X Passeio ISCPSI

Sendo já um clássico do calendário velocipédico do Btt Apogma, comparecemos hoje, com uma forte e diversificada participação, no X Passeio ISCPSI, evento com caráter solidário em prol de uma nobre causa e louvável instiuição, a APAV. 
Batiam as 07h41 na estação de Alverca e o distinto grupo BTTista embarcava no fantástico comboio que nos pouparia cerca de 20 km de pedaladas até ao Instituto Superior de Polícia, local de partida do passeio. Cerca das 09h...e pouco, em velocidade moderada, faziamo-nos à estrada na companhia de cerca de 350 bicicletas e mais umas poucas, desta feita dotadas de motor auxiliar (+/- 650 cc) :) Pela zona ribeirinha da nossa bonita capital, lá fomos pedalando até à Torre Vasco da Gama. Dai, em velocidade moderada, seguimos em direção ao Aeroporto de Lisboa onde "aterrámos" por breves instantes para reagrupamento. 
Em formação Btt Apogma e sob a profissional escolta de elementos da Divisão de Trânsito da PSP, lá embicámos, em velocidade moderada, para a Cidade Universitária local onde nos distribuíram uns sacos do El Corte Inglês (não foi preciso pagar os 0,10 €) que tiraram a fome e a sede a muito boa gente. Pedais a postos e, em velocidade moderada, lá nos fizemos à estrada em direção ao Aqueduto das Águas Livres. Em filinha ordenada, fizemos a "travessia aérea" do eixo Norte/Sul, brindando-nos com uma fabulástica vista sobre a não menos fabulástica cidade de Lisboa. 
Depois, em velocidade muito moderada, subimos pelo interior do pulmão da cidade (para os fumadores e não fumadores menos informados, isto era uma referência à mata do Monsanto) onde fizemos uma pausa para "respirar"......o ar de Monsanto. 
Faltava pouco para o fim do X Passeio ISCPSI. Enquanto não damos início à descida, fazemos uma referência especial, para uma participação especial que, enquanto estreante nestas andanças foi, simultaneamente, a nossa interessante embaixadora: Dá pelo nome de Daniela! Simpática, esforçada, foi alvo de alguma, mas muito pouca, ajuda :) e destinatária dos muitos sorrisos e aplausos dos muitos mirones ao longo de todo o trajeto. Ups, o batedor da PSP já acelera a rodinhas para nos guiar até ao nosso destino. 
Agora, em velocidade de cruzeiro, descemos até à baixa de Alcântara onde nos aguarda um merecido lanche e repouso. Mas atenção, temos que ser breves porque o comboio parte às 13h06 na direção de Alverca. 
Uma vez aqui chegados, inexplicavelmente, a grande maioria do grupo restante, voou em alta velocidade na direção da Apogma sem explicação aparente para o sucedido. 
Há coisas que não se percebem....nem explicam. Até à próxima! :)



Equipa reunida ao início.

Em escolta em redor de um elemento muito especial.

O Gil também nos recebeu de braços abertos!

A sempre espectacular passagem no Aqueduto das Àguas Livres.

E a equipa reunida no final! 

Comentários