Uma volta pela Expo com uma visita do INEM

A volta de hoje tinha tudo para correr bem. Estava inicialmente planeado irmos de comboio até à Expo, devidamente mascarados, para depois seguirmos a pedalar até ao Rossio, de forma a provarmos a afamada ginjinha de Lisboa.
A realidade, porém, revelou-se um pouco diferente, uma vez que com a chuva o piso tornou-se muito traiçoeiro na zona das passagens em madeira no Oriente, que estavam com algumas partes muito degradadas. Numa dessas zonas um dos nossos amigos,  resvalou numa zona mais complicada, caindo em cima de um prego, resultando em consequências mais graves para o seu joelho esquerdo.
Após a chamada do INEM, que demorou mais de meia hora, e depois de muitas insistências da nossa parte para agilizar o processo de socorro, finalmente lá chegou a ambicionada  ambulância e respectiva equipa de emergência, que levou o nosso amigo para o hospital de S. José, para levar alguns pontos e fazer um raio-X, depois de um preocupante desmaio e do  muito frio e chuva que apanhou.
Felizmente, no final tudo acabou bem, mas temos que lamentavelmente apontar algumas falhas graves ao serviço do INEM e também, obviamente, ao estado vergonhosamente degradado de algumas passagens na zona de Expo.

A ginjinha continua à nossa espera para uma próxima oportunidade muito em breve... Esperemos que até lá este tipo de problemas já tenham tido solucionados. 

O início na estação de Alverca

Os dois mascarados

Após a queda aparatosa

O regresso sem o acidentado na Expo.

O regresso já em Alverca...

No final, a boa disposição voltou ao sabermos que o nosso amigo já estava melhor.

Comentários