Volta do 1.º de Maio

No dia do trabalhador, fomos dar uma volta pelas redondezas de forma a “trabalhar” a nossa técnica.
O pelotão aguentou-se bem às exigências do terreno, por vezes muito técnico, onde não faltaram as já tradicionais subidas e descidas e a paragem na Granja.

Um começo a subir…

O grupo a decidir o resto do itinerário.

Não há nada como pedalar na Primavera… 

… Apesar das dificuldades!

Hora de ir para casa.

Comentários